terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Cem escovadas antes de ir para a cama

Hoje vou falar sobre as impressões que eu tive de um livro que li há algum tempo: 100 escovadas antes de ir para a cama, de Melissa Panarello. A adolescente italiana narra em forma de diário suas aventuras sexuais (experiências nada convencionais). Em termos de tema, o livro pode ser comparado ao O Doce Veneno do Escorpião, de Bruna Surfistinha. Mas, mesmo sem ter lido o livro da ex-prostituta, me parece que a história de Melissa é ainda mais inocente do que esta.

O livro não apresenta grandes revelações de linguagem. O que impressiona sim são as situações vividas pela protagonista da história – uma adolescente de 16 anos. E a autora do livro afirma ter vivido todas as experiências narradas.

O nome do livro vem de um hábito que a personagem tem de escovar o cabelo antes de ir dormir. Seria uma maneira de purificar-se, depois das aventuras sexuais vividas durante o dia.

Pessoalmente, reconheço que esse tipo de livros que vem surgindo, abordando aspectos sexuais e sensacionalismos de ex- garotas de programas e afins não me agrada muito. Mas esse livro, apesar de ter algumas características destes, me agradou por mostrar a insegurança da menina que, em busca de um amor verdadeiro e inteiramente correspondido, se joga nestas experiências sexuais frustrantes.

O livro escandalizou a sociedade italiana na época que foi lançado. Mesmo assim, foram muitos os que recorreram às livrarias tentando desvendar o mundo de Melissa. Em 2005, 100 escovadas antes de ir para a cama virou filme.

2 comentários:

Camilla disse...

Tbm não sou muito fã desse estilo de livro. Assim como seus livros, o blog da Bruna Surfistinha também faz(ou fez) muito sucesso. Tudo por causa do sensacionalismo barato.

JLM disse...

Eu assisti o filme e posso dizer que é um dos mais eróticos que já vi. A beleza da atriz principal deve ter contribuido para isso.

1 abraço.